Arquivo de Tags: Autódromo Zilmar Beux

Myasava inicia o Projeto Cascavel de Ouro

O cascavelense Gustavo Myasava inicia neste fim de semana o Projeto Cascavel de Ouro. Piloto da equipe MRF Motorsport/Drugovich Peças/Hotel e Casino Acaray/Noma no Campeonato Brasileiro de Turismo, Myasava confirmou na tarde de hoje (quinta-feira) sua participação na quinta etapa do Campeonato Metropolitano de Marcas de Cascavel, a ser disputada no próximo domingo, no Autódromo Zilmar Beux. Nesta prova ele inicia a preparação do Volkswagen Gol para a Cascavel de Ouro, prova ser disputada no dia cinco de novembro, em Cascavel. Além do troféu em ouro puro, a dupla ou trio vencedor da prova receberá um cheque de R$ 100 mil como prêmio.

Gustavo também confirmou o londrinense Pedro Saderi, atual parceiro na MRF no Brasileiro de Turismo, como seu companheiro na Cascavel de Ouro. “Formamos uma dupla bem entrosada no Brasileiro de Turismo e isto é importante para a Cascavel de Ouro. Os preparativos iniciam neste fim de semana, quando disputarei o Metropolitano de Cascavel. Teremos muitos outros treinos e se possível disputaremos outras etapas do Metropolitano”, completa Myasava.

Esta será a terceira vez que Gustavo Myasava disputará a Cascavel de Ouro. Em 2015, formando dupla com Victor Franzoni, atualmente no automobilismo dos Estados Unidos, ele se sagrou vice-campeão. Já Pedro Saderi irá competir pela primeira vez na tradicional prova do automobilismo paranaense.

Texto: Luiz Aparecido da Silva
Foto: Vanderley Soares – Divulgação

Copyright© 2007-2017 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Fórmula Truck confirma cancelamento da etapa em Cascavel

Em comunicado oficial à imprensa, a direção da Fórmula Truck informou o cancelamento da etapa de Cascavel, que já havia sofrido adiamento. 

A decisão coloca dúvidas sobre a categoria que, após a divisão e criação da Copa Truck, perdeu a maioria dos pilotos de ponta e não tem conseguido alinhar um número de caminhões para a realização de uma corrida competitiva. 

Veja o comunicado na íntegra:

“A organização da Fórmula Truck, em caráter oficial, comunica o cancelamento da etapa no autódromo Zilmar Beux que estava marcada para o dia 18 de junho.

Devido a vários imprevistos que ocorreram desde o adiamento da quarta etapa, que aconteceria no dia 4 de junho, a direção decidiu nesta quarta-feira realizar o cancelamento da corrida em Cascavel-PR.

A organização do evento lamenta profundamente o ocorrido e pede a compreensão de todos que iriam prestigiar a corrida no próximo domingo.  

Para quem realizou a compra antecipada de ingresso e credencial para o evento, o reembolso está garantido. Pedimos que retornem ao ponto de venda com o boné e ingresso até o dia 24 de junho e o valor do mesmo será devolvido. 

Aos que adquiriram ingressos e/ou credencias pelo site virtual da Fórmula Truck, o valor do ticket será estornado.

Quaisquer dúvidas, os fãs da categoria poderão adquirir informações via chat da loja virtual, inbox do Facebook ou e-mail: comunicacao@formulatruck.com.br” (SIC)

Texto: Divulgação
Foto: Divulgação

Copyright© 2007-2017 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Rafael Suzuki espera manter evolução na Stock Car

O circo da Stock Car desembarca nesta semana (9 a 11 de junho) no tradicional Autódromo Zilmar Beux, fundado em 1970 e que passou por uma grande reforma em 2012. A cidade do oeste paranaense, localizada a 500km da capital, é praça conhecida por pilotos e equipes, já que a prova tem sido disputada regularmente nos últimos cinco anos. O traçado é famoso pela sua Curva do Bacião no final da reta de largada, que é longa, cega e em descida e acaba criando um desafio extra, já que é o lugar da pista conhecido por separar os “adultos das crianças”.

Retrospecto – Para Rafael Suzuki, correr em Cascavel significa uma data esperada no ano, já que é neste circuito que o piloto possui as suas melhores posições de largada na Stock Car. Em três participações, o piloto de 29 anos largou por duas vezes no top-10, e espera que essa familiaridade com o circuito o ajude a manter a evolução no campeonato. Atualmente, o piloto da Cavaleiro Racing ocupa a 12ª colocação entre os 30 pilotos da categoria, com 32 pontos. O piloto do carro 8 também vem de seu melhor resultado na Stock Car, o quarto lugar conquistado na corrida 2 de Santa Cruz do Sul.

“Gosto muito da pista de Cascavel, acho que casa com o tipo de pista que me agrada, mas no nível de pilotos da Stock Car isso não influencia muito, gostar ou não, já que todo mundo anda forte. O Bacião é realmente uma curva diferenciada, a linha entre contorná-la muito rápido e escapar da pista ou bater é muito fina”, comentou Suzuki.

Outro fator que não vai faltar no próximo fim de semana será o frio. Com temperaturas entre 4 e 18 graus, de acordo com a meteorologia, o clima se manterá estável, mas isso não significa facilidade para os competidores, já que aquecer os pneus de forma rápida e prudente será o maior desafio no ponto de vista do piloto. “O frio é bom em alguns sentidos, já que o nível de aderência aumenta e os tempos de volta ficam mais rápidos, mas gerar essa temperatura nos pneus é algo para se prestar a atenção, quem conseguir fazer de forma adequada vai levar uma vantagem, principalmente na classificação”, explicou o piloto, que está otimista para a etapa. “Estamos confiantes que o trabalho que a equipe vem fazendo, principalmente na sede da equipe, nos trará bons frutos nesse fim de semana, acredito que o carro estará mais rápido que nas três primeiras etapas”, concluiu.

O SporTV transmite ao vivo a classificação no sábado, a partir das 12h30, e também as duas corridas da etapa, no domingo, cuja primeira prova tem início marcado às 12h30, com duração de 40 minutos mais uma volta, e, na sequência, a corrida 2 tem a mesma duração.

Texto: Eversports
Foto: Divulgação

Copyright© 2007-2017 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Khodair espera manter crescimento na temporada

Depois de marcar 20 pontos em Santa Cruz do Sul e saltar nove posições no campeonato, Allam Khodair quer manter o ritmo de evolução na temporada 2017 da Stock Car. A quarta etapa do campeonato acontece neste final semana, em Cascavel. E o circuito de 3.058 metros, localizado no oeste do Paraná, é bastante conhecido pelo Japonês Voador. Em 11 temporadas na categoria, Khodair disputou seis corridas no autódromo Zilmar Beux. Subiu ao pódio em três oportunidades.

“Cascavel é a pista mais rápida da Stock Car, com uma velocidade média de 170km/h. A curva do Bacião, com um mergulho e inclinação que são únicos no Brasil, é uma das mais desafiadoras de todo nosso calendário. O circuito exige muito do piloto e do carro, então contar com um equipamento bem equilibrado é essencial para ser competitivo. Estaremos forte nesta etapa”, disse o piloto da Full Time Texaco.

Khodair teve um início de 2017 complicado, envolvido em dois incidentes nas duas primeiras etapas, mas conseguiu dar início a sua recuperação em Santa Cruz do Sul, saltando da 22ª para a 13ª colocação na tabela de classificação. “Estamos no caminho certo e estou confiante de que voltaremos de Cascavel com um troféu e muitos pontos. Ainda temos dois terços do campeonato pela frente e a equipe vem trabalhando muito forte entre as corridas para voltarmos a vencer”, finalizou o Japonês Voador.

As disputas em Cascavel começam na sexta-feira, com o primeiro treino livre marcado para as 13h. No sábado, os pilotos retornam à pista para mais um ensaio, às 9h05. A tomada classificatória, com transmissão ao vivo do Sportv, será às 13h. A largada para a rodada dupla do domingo está marcada para as 12h30 e as duas provas também serão exibidas ao vivo pelo Sportv.

Texto: Divulgação
Foto: Rodrigo Guimarães – Divulgação

Copyright© 2007-2017 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Jimenez aposta em novo pódio

O paulista Sérgio Jimenez, piloto da equipe Hot Car Competições (Bardahl), tem um carinho especial pelo autódromo Zilmar Beux, em Cascavel, no Paraná. Em 2012, o piloto conquistou nesta pista o título do Cascavel de Ouro, uma das competições mais emblemáticas do automobilismo nacional. De volta ao circuito, para disputar neste domingo (dia 11), a quarta etapa da Stock Car 2017, Jimenez está animado e espera voltar ao pódio.
“Cascavel é uma pista que eu gosto muito, por ser de alta velocidade. A curva 1 é fantástica e é uma pista onde aceleramos o tempo todo, é quase 70% com o pé no acelerador. Sempre tive bons resultados lá. Venci o Cascavel de Ouro, que é uma prova emblemática do automobilismo brasileiro, na época de GT3 ao lado do Paulo Bonifácio. E foi uma prova muito competitiva, com quase 30 carros. É um título que eu guardo com muito carinho”, destacou o piloto do Stock 73.

Entre os 30 pilotos que competem atualmente na categoria, ele é o único a ter vencido o Cascavel de Ouro na pista de 3.058 metros e sete curvas, que é a mais veloz do país, com média de mais de 170 km/h.

Outro fator que anima Jimenez foi a conquista do pódio na última etapa da Stock Car, em Santa Cruz do Sul (RS), no mês passado, comprovando a evolução do time dirigido pelo chefe de equipe Amadeu Rodrigues. Jimenez foi o terceiro colocado na corrida dois, mas sofreu uma punição ao final da prova e o resultado está sub judice.

“Espero que possamos dar sequência ao grande trabalho que toda a equipe vem fazendo, para que possamos buscar mais um pódio para crescer e evoluir mais um pouco na temporada”, completou o piloto de Piedade, no interior de São Paulo.

Os treinos em Cascavel terão início na sexta-feira (9), com o classificatório no sábado (10), a partir das 12h30 (ao vivo nos canais SporTV). No domingo, as provas terão suas largadas às 12h30 e 13h40 (ao vivo no SporTV).

Texto: FGCom
Foto: Vanderley Soares – Divulgação

Copyright© 2007-2017 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Buschmann permanece na vice-liderança da categoria GP

O piloto do Sprint Race de número 12, Claudio Buschmann, manteve regularidade nas duas corridas da segunda etapa da Sprint Race neste final de semana, em Interlagos (SP). O vice-líder da GP, patrocinado pela Agropantanal-MS, chegou em terceiro e em segundo, respectivamente, nas duas baterias, resultado que lhe garantiu dois pódios e a mesma posição dentro da sua categoria no campeonato, somando 72 pontos.

Buschmann revela que, apesar dos problemas que teve durante as corridas, conseguiu alcançar seu objetivo. “Larguei em sétimo nas duas corridas, mas, mesmo assim, fiquei em uma posição agradável no grid. Sofri colisão na primeira corrida e tive um contratempo com o câmbio na segunda, problemas que me deixaram mais lento, mas consegui “trabalhar” o carro e chegar no fim das corridas, assegurando minha posição dentro da GP. Esta era minha meta!”, afirma.

Para as próximas etapas, o piloto sul-mato-grossense quer manter a estratégia, para se garantir no pódio do campeonato da Sprint Race. “O campeonato é longo, com oito etapas e 17 corridas, e estamos ainda na segunda prova. Vou construir a trajetória com calma e bem focado, o importante é ter regularidade e avançar nos momentos corretos, com o carro muito bem “alinhado” e organizado, seguir uma constância e sempre marcar pontos nas corridas”, declara.

A terceira etapa da competição será no dia 28 de maio no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel, Paraná.

Texto: SigCom
Foto: Luciano Santos/SigCom – Divulgação

Copyright© 2007-2017 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Metropolitano de Marcas Cascavel inicia temporada 2017

O Campeonato Metropolitano de Marcas de Cascavel começou em alto nível, no último  domingo (19), quando foi disputada a primeira etapa da temporada 2017 no Autódromo Zilmar Beux. A competição teve promoção e organização do Automóvel Clube de Cascavel, com supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

Na prova também foi marcada pelas estreias de Eduardo Weirich, de Marechal Cândido Rondon, e Gabriel Formentão, de Cascavel, na Turismo; e de Vilmar Malagi, de Cascavel; e Eduardo Bacarin, de Fortaleza, Ceará, na categoria Marcas B.

Edoli Caus Júnior deu demonstração de que neste ano não aceitará o vice-campeonato e venceu a categoria Marcas, ganhando as duas baterias, depois de largar na quinta colocação. Paulo Bento, que largou na pole, conquistou o segundo lugar, ao passo que Thiago Klein, bicampeão, obteve o terceiro lugar.

Na categoria Marcas B, Caíto Carvalho, que largou na pole position, dominou a prova e venceu, fazendo dobradinha com o irmão Felipe Carvalho. Odair dos Santos se classificou na terceira colocação.

A Categoria Turismo 1.600 e subdividida em carros carburados e injetados. Na Carburado, Ronaldo César da Silva, de Palotina, retornou ao Metropolitano depois de um ano ausente e venceu. Na injetado, Gabriel Formentão estreou no automobilismo com vitória.

A segunda etapa está marcada para os dias 8 e 9 de abril, em Curitiba, quando terá a programação em conjunto com a etapa de abertura do Campeonato Paranaense.

 

Resultados da 1ª etapa do Metropolitano de Marcas de Cascavel

Categoria Marcas A

1º) Edoli Caus Júnior (Cascavel), com 46 pontos

2º) Paulo Bento (Cascavel), 31

3º) Thiago Klein (Cascavel), 29

4º) Daniel Kaefer (Cascavel), 21

5º) Marcel Sedano (Porto União-SC), 16

6º) Natan Sperafico (Toledo), 12

7º) Leônidas Fagundes/Guilherme Sirtoli (Cascavel), com 4 pontos

 

Categoria Marcas B

1º) Caíto Carvalho (Cascavel), com 47 pontos

2º) Felipe Carvalho (Cascavel), 26

3º) Odair dos Santos (Ciudad Del Este/PY), 19

4º) Felipe Braz/Roney Mendes (Cascavel), 19

5º) Marcelo Beux (Cascavel), 14

6º) Lorenzo Massaro (Cascavel), 10

7º) Luc Monteiro (Cascavel), 9

8º) Edson Massaro (Cascavel), 8

9º) Jair Peasson (Cascavel), 8

10º) Wyllian Cezarotto (Cascavel), 6

11º) Vilmar Malagi (Cascavel), 5

12º) Eduardo Bacarin (Fortaleza), com 3 pontos

 

Categoria Turismo 1.600 Carburado

1º) Ronaldo César da Silva (Palotina), com 39 pontos

2º) Eduardo Weirich (Marechal Cândido Rondon), 25

3º) Jefferson Fonseca/Cleber Fonseca (Cascavel), com 19 pontos

 

Categoria Turismo 1.600 Injetado

1º) Gabriel Fomentão (Cascavel), com 47 pontos

2º) Flamrion Zacchi (Laranjeiras do Sul), com 4 pontos

 

Texto: Luiz Aparecido da Silva
Foto: Cleocinei Zonta – Divulgação

Copyright© 2007-2016 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Com a expectativa de uma empolgante temporada, os organizadores esperam mais de 30 carros, nas categorias Marcas A e B e Turismo

Com a expectativa de uma empolgante temporada, terá início no próximo domingo o Campeonato Metropolitano de Marcas de Cascavel. A expectativa da diretoria do Automóvel Clube de Cascavel é de que mais de 30 carros estejam no grid da primeira etapa nas categorias Marcas A e B e Turismo 1.600. A prova será disputada no Autódromo Zilmar Beux, com supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

A temporada deste ano terá oito etapas. Além da prova de abertura neste fim de semana, as demais etapas serão disputadas em 9 de abril (em Curitiba, junto com o Paranaense), 28 de maio (junto com a Sprint Race), 2 de julho (em Londrina, junto com o Paranaense), 30 de julho, 13 de agosto, 3 de setembro e 8 de outubro (junto com o Paranaense e com os Metropolitanos de Londrina e Curitiba).

No ano passado, Thiago Klein sagrou-se campeão da categoria Marcas A; Miguel Laste, na B; e Juliano Silva na Turismo 1.600. Thiago vai à pista neste domingo em busca do tricampeonato, uma vez que foi campeão também em 2015. Juliano Silva defenderá o título da Turismo, enquanto que Miguel Laste estará ausente em função de tratamento de saúde, e só deve retornar às pistas para a última etapa, em outubro.

A programação da etapa de abertura do Campeonato Metropolitano de Marcas de Cascavel de 2017 começa no sábado, com treinos livres a partir das 8h40. Os treinos classificatórios, que definirão o grid de largada serão das 16h10 às 16h30 para a categoria Turismo 1.600; das 16h55 às 17h15, treino classificatório das categorias Marcas A e B; e às 17h25, será realizado o Superpole das três categorias.

No domingo a programação terá início às 8 horas, com os warm-ups. Às 10h15 será dada a largada da primeira prova da categoria Turismo 1.600, com duração de 30 minutos, mais duas voltas; 11h10, largada da primeira prova das categorias Marcas A e B, também com duração de 30 minutos, mais duas voltas; às 13h25, largada da segunda prova da Turismo 1.600; e às 14h55, largada da segunda prova das categorias Marcas A e B. A solenidade de pódio está prevista para às 15h40. 

Texto: Luiz Aparecido da Silva
Foto: Sérgio Sanderson – Divulgação

Copyright© 2007-2016 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Copa Paraná/Sul de Motovelocidade chega a sua segunda edição

Vai começar a segunda edição da Copa Paraná/Sul de Motovelocidade. A primeira etapa da temporada de 2017 será disputada nos dias 18 e 19 deste mês, no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel.

Ao iniciar a segunda temporada, a Copa Paraná/Sul atrai pilotos de vários estados e já é considerada uma das melhores competições de motociclismo do Brasil. Estarão em disputa as categorias 250/300cc Força Livre, 300cc PRÓ, Escola, 600cc e 1000cc.

O circuito cascavelense será o palco das oito etapas do campeonato deste ano. Além da etapa de abertura, as demais provas serão disputadas em 15 e 16 de abril, 27 e 28 de maio, 17 e 18 de junho, 29 e 30 de julho, 12 e 13 de agosto, 2 e 3 de setembro e 21 e 22 de outubro.

Foto: Vanderley Soares/Divulgação
Texto: Luiz Aparecido da Silva

Copyright© 2007-2016 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Jhony Baldochi é uma das revelações da Copa Paraná/Sul de Motociclismo

jhony-baldochi-e-uma-das-revelacoes-da-copa-parana-sul-de-motociclismoA primeira temporada da Copa Paraná/Sul de Motociclismo chega ao fim revelando novos pilotos. A oitava e última etapa será disputada amanhã (sábado) e domingo, no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel.

Entre os inúmeros talentos revelados pela Copa Paraná/Sul de Motociclismo está Jhony Baldochi, de Cianorte. Ele estreou na etapa passada, disputada no dia 29 de outubro, também em Cascavel, e foi logo surpreendendo, conquistando dois pódios. Venceu a categoria Escola 1000cc e se classificou em terceiro lugar na categoria 1000cc

Jhony Daldochi, de 32 anos, diz ser um apaixonado por motos desde criança. Hoje as usa praticamente todos os dias. Sua estreia nas pistas é a realização de um sonho e comemora sua performance. “Não pensei duas vezes quando surgiu a oportunidade de estrear no motociclismo. O resultado é que me surpreendeu. Jamais imaginei que venceria logo na minha primeira corrida. Agora e treinar muito e evoluir a cada corrida. Espero estar no pódio novamente neste fim de semana, no encerramento da temporada”, afirma Jhony, que atua profissionalmente como piloto de avião.

A última etapa da temporada promete ser das mais empolgantes. Todas as atenções estão voltadas para as categorias PRO e EVO, que definirão seus campeões domingo.

Na categoria PRO 250/300cc, a decisão do título será entre Lucas Bittencourt, de Cascavel, e Felipe Gonçalves, de Londrina. Bittencourt é o líder com 169 pontos, ao passo que Felipe é o vice-líder, com 145,4 pontos.

Já na categoria EVO 250/300cc estão na disputa pelo título Mateus Bonato, de Cascavel, e Paulo Braga, de Terra Roxa. Bonato está em primeiro na classificação, com 173 pontos, ao passo que Braga tem 167,6.

As demais categorias já estão definidas. Carlos Barcelos (Porto Alegre) é o campeão da categoria 1000cc; Alexis Hay (Curitiba), na 600cc; Rafael Figueredo (Guarapuava), na Escola 1000cc; e Luís Altran (Cascavel), na categoria Escola 600cc.

Fotos: Divulgação
Texto: Luiz Aparecido da Silva

Copyright© 2007-2016 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Cascavel encerra a temporada da Copa Paraná/Sul de Motovelocidade

felipe-goncalves05-sergio-sandersonA primeira temporada da Copa Paraná/Sul de Motovelocidade termina neste fim de semana em Cascavel. A oitava e última etapa da competição será disputada sábado e domingo no Autódromo Zilmar Beux.
A expectativa é de um espetáculo de alto nível. As atenções estarão voltadas para a definição dos campeões das categorias Pro e Evo. Na categoria PRO 250/300cc, a decisão do título será entre o cascavelense Lucas Bittencourt e Felipe Gonçalves, de Londrina. Bittencourt é o líder com 169 pontos, ao passo que Felipe é o vice-líder, com 145,4 pontos. Já na categoria EVO 250/300cc estão na disputa pelo título Mateus Bonato, de Cascavel, e Paulo Braga, de Terra Roxa. Bonato está em primeiro na classificação, com 173 pontos, ao passo que Braga tem 167,6.
As demais categorias já estão definidas. Carlos Barcelo (Porto Alegre) é o campeão da categoria 1000cc; Alexis Hay (Curitiba), na 600cc; Rafael Figueredo (Guarapuava), na Escola 1000cc; e Luís Altran (Cascavel), na categoria Escola 600cc.
A Copa Paraná/Sul de Motovelocidade tem promoção e organização de Orlei Silva, com supervisão da CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo) e FPM (Federação Paranaense de Motociclismo) e apoio dos Hotéis Caiuá e Bibbós Yamaha.

Classificação após sete etapas (10 primeiros)
Categoria PRO 250/300cc
1º) Lucas Bittencourt (Cascavel), Kawasaki Ninja 300 R, com 169 pontos
2º) Felipe Gonçalves (Londrina), Kawasaki Ninja 300 R, 145,4
3º) Luciano Zanardi (Cascavel), Honda CBX Twister, 121,8
4º) Jyoti Guiot (Cascavel, Honda CBX Twister, 109,4
5º) Suel da Silva (Londrina), Honda CBX Twister, 53,2
6º) Joelsu da Silva (Londrina), Honda CBR 250 R, 36,0
7º) Silvio Inomata (Cascavel), Yamaha YZF R3, 25,2
8º) Guilherme Galan (Londrina) Honda CB 300, 23,2
9º) Carlos Barcelos (Porto Alegre), Yamaha YZF R3, 22,4
10º) Wagner Ettinger (São Paulo), Kawasaki Ninja 300 R, com 22,2

Categoria EVO 250/300cc
1º) Mateus Bonato (Cascavel), Yamaha YZF R3, 173 pontos
2º) Paulo Braga (Terra Roxa), Yamaha YZF R3, 167,6
3º) Luís Felipe Tauffer (Cascavel), Yamaha YZF R3150,8
4º) Carlos Kozerski (Santa Helena), Yamaha YZF R3, 125,6
5º) Paulo Saçaki (Cascavel), Yamaha YZF R3, 122,2
6º) Rafael Bonzanini (Cascavel), Kawasaki Ninja 300 R, 99,8
7º) Maykel Rempel (Marechal C. Rondon), CBX Twister97,2
8º) Almir Marzagão (Medianeira), Yamaha YZF R3,, 89,4
9º) Rodrigo Vaucher (Cascavel), Yamaha YZF R3, 56,6
10º) Paulo Soder (Toledo), Yamaha YZF R3, 53,8 pontos

Categoria 1000cc
1º) Carlos Barcelos (Porto Alegre), Suzuki GSXR 1000, com 90 pontos
2º) Rene Ferreira (São José-SC) BMW S1000RR, 50
3º) Jarbas Almeida (Maringá), BMW S1000RR, 36
4º) Jerry Strait (Pinhais), Yamaha YZF R1, 26
5º) Leonardo Yoshii (Londrina), BMW S1000RR, 20
6º) Mauriti Júnior (Curitiba), BMW S1000RR, , 20
7º) José Caetano (Biguaçu-SC), BMW S1000RR, 20
8º) Jhonny Baldochi (Cianorte), Kawasaki ZX 10, 18
9º) Rafael Figueredo (Guarapuava), Yamaha YZF R1, 16
10º) Victor Moura (Curitiba), Kawasaki ZX6R, com 15 pontos

Categoria 600cc
1º) Alexis Hay (Curitiba), Honda CBR 600RR, com 98 pontos
2º) Luís Altran (Cascavel), Honda CBR 600, 72
3º) Sandro Ribeiro (Curitiba), Kawasaki ZX6R, 63
4º) Rodrigo Mila (Cascavel), Honda CBR 1000, 49
5º) Wagner Ettinger (São Paulo), Kawasaki ZX6R, 38
6º) Lucas Bittencourt (Cascavel), Kawasaki ZXF R6, 26
7º) Marcos Souza (Londrina), Kawasaki Ninja 600, 20
8º) Maycon Benassi (Curitiba), Yamaha YZF R#16
9º) Alexandro Miola (Francisco Beltrão), Honda CB600, 16
10º) David Fleury (Cascavel), Yamaha YZF R6, com 14 pontos

Categoria Escola 1000cc
1º) Rafael Figueredo (Guarapuava), Yamaha YZF R1, com 90 pontos
2º) Michel Gantus (Porto Alegre), Suzuki GSXR 1000, 38
3º) Jarbas Almeida (Maringá), BMW S1000RR34
4º) Leonardo Yoshii (Londrina), BMW S1000RR, 26
5º) Mauriti Júnior (São Paulo), BMW S1000RR, 26
6º) Jhonny Baldochi (Cianorte), Kawasaki ZX 10, 25
7º) Bruno Selhorst (Londrina), Suzuki GSXR, 20
8º) Jerry Strait (Pinhais), Yamaha YZF R1 20
9º) Jonei José de Almeida (Joaçaba), BMW 1000, 18
10º) Leandro Domingos (Maringá), BMW S1000RR, com 16 pontos

Categoria Escola 600cc
1º) Luís Altran (Cascavel), Honda CBR 600, com 128 pontos
2º) Alexandro Miola (Francisco Beltrão), Honda CB 600F, 84
4º) Rodrigo Mila (Cascavel), Suzuki GSX-750, 52
3º) Edivan de Paula (Coronel Vivida), Kawasaki Ninja ZX6R, 39
5º) Marciano Neto (Medianeira), Kawasaki ZX6R, 36
6º) André Fernandes (Cascavel), Kawasaki ZX6R, 35
7º) Diego Feriani (Maringá), Kawasaki ZX6R, 16
8º) Jyoti Guiot (Cascavel), Honda CB 600, 16
9º) David Fleury (Cascavel) Yamaha YZF R6, 15
10º) Jonatan Cavalheiro (Cascavel), Honda CBR 600, com 13 pontos

Texto: Luiz Aparecido da Silva/Divulgação
Foto: Sérgio Sanderson/Divulgação

Copyright© 2007-2016 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Odair dos Santos e Thiago Klein vencem a Cascavel de Ouro

bandeirada-para-a-dupla-thiago-klein-e-odair-dos-santos_compressedOdair dos Santos e Thiago Klein, competindo em dupla pela Paraguay Racing, inscreveram seus nomes na história de uma das mais tradicionais e importantes provas de longa duração do automobilismo brasileiro. Coube a Klein, bicampeão metropolitano, pilotar o VW Gol no complemento das 155 voltas para vencer neste domingo (23) a 30ª Cascavel de Ouro, no Autódromo Zilmar Beux de Cascavel em 4h01m30s241, com vantagem de 21s947 sobre o GM Celta de Gustavo Magnabosco e Davi Dal Pizzol, da Peim Competições. A terceira colocação ficou com outro Celta, de Beto Monteiro/Guilherme Salas/Daniel Kaefer, da equipe Sensei-Sorbara Motorsport.

Para coroar a vitória a dupla Santos/Klein ainda aumentou sua premiação fazendo a volta mais rápida da prova, na 72ª, em 1min28s232, média de 140,720 Km, também com Klein ao volante. O outro prêmio complementar, de maior número posições conquistadas na prova, foi conquistado pelo trio do Gol número 10. Os pilotos Alexandre Seda, Francisco Júnior e Paul Lanfredi, que competiram pela equipe Motorfast, largaram na 40ª posição e chegaram em 17º.

podio-com-os-santos-klein-magnabosco-e-dall-pizzo_compressedO pole position Leandro Zandoná, companheiro de Marco Romanini na Ferrari Motorsport, manteve a frente e liderou a prova até a sétima volta, quando foi ao box trocar a bomba de combustível queimada. Voltou à pista, mas abandonou mais tarde com a quebra da embreagem. A liderança da prova foi assumida então por André Bragantini, companheiro de Galid Osman e Caíto Carvalho, no Celta da Sensei-Sorbara Motorsport, até entregar o carro para Osman na primeira parada de reabastecimento.

Osman manteve o primeiro lugar até a entrada do safety car, para retirada do Ford Fiesta de Thiago Menegaz, envolvido no acidente com o Fiesta de Luiz Fernando Pielak. Os dois primeiros colocados naquele momento, Osman e Santos, acabaram ultrapassando o carro de segurança e depois foram ultrapassados também por outros carros. O reposicionamento do grid os deixou em quinto e sétima lugares na relargada.

Ao longo das mais de quatro horas de prova vários pilotos se revezaram na liderança, entre eles Natan Sperafico, Ricardo Sperafico e Ruslan Carta Filho. O Celta do trio Bragantini/Osman/Carvalho, um dos que mais lideraram, enfrentou problemas de câmbio na 110ª volta, na tocada de Caíto Carvalho, perdendo a chance de vitória. O trio da Sensei-Sorbara Motorsport terminou a prova na 10ª posição. Um momento de tensão aconteceu a duas voltas do fim. A roda traseira esquerda do Ford Ka do toledano Miguel Laste escapou na saída da curva da vitória e correu pela pista em frente ao box.

Confira a classificação final da corrida após 155 voltas:
1º) Odair dos Santos/Thiago Klein (VW Gol/Paraguay Racing), 4h01min30s241
2º) Gustavo Magnabosco/Davi Dal Pizzol (VW Gol/Peim Competições), a 21s947
3º) Beto Monteiro/Guilherme Salas/Daniel Kaefer (GM Celta/Sensei-Sorbara Motorsport), a 22s664
4º) Júnior Niju/Michel Giusti (VW Gol/FF Racing), a 26s040
5º) Marcel Sedano/Ruslan Carta Filho (VW Gol/Stumpf Preparações), a 29s987
6º) Anderson Portes/Juliano Bastos (Ford Ka/Sérgio Ferrari Racing Team), a 1 volta
7º) Ângelo Giombelli/Felipe Carvalho/Ingmar Biber (GM Classic/Sensei-Sorbara Motorsport), a 1 volta
8º) Lorenzo Massaro/Cleves Formentão (VW Gol/Speed Car), a 2 voltas
9º) Raulino Kreis Júnior/Guto Baldo/Marcelo Cancelli (VW Gol/MP Preparações), a 2 voltas
10º) Galid Osman/André Bragantini/Caíto Carvalho (GM Celta/Sensei-Sorbara Motorsport), a 3 voltas
11º) Edson Massaro/Gastão Weigert (VW Gol/Speed Car), a 3 voltas
12º) Renato Constantino/Luciano Lobão/Rafael Suzuki (GM Celta/Modena Racing), a 3 voltas
13º) Gustavo Myasava/Edson Coelho Júnior (GM Celta/Caús Motorsport), a 4 voltas
14º) Ricardo Sperafico/Miguel Laste/ Rodrigo Sperafico (Ford Ka/Sérgio Ferrari Racing Team), a 7 voltas
15º) Fábio Tokunaga/Paulo Henrique/Mário Garibaldi Filho (VW Gol/RPM Escola de Pilotos), a 7 voltas
16º) Luís Filgueiras/Rodrigo Moreno (VW Gol/AGB Preparações), a 7 voltas
17º) Alexandre Seda/Francisco Júnior/Paul Lanfredi (VW Gol/Motor Fast), a 8 voltas
18º) Valmor Emílio Weiss/Arial Barranco (VW Gol/RB Motorsport), a 17 voltas
19º) Gilliard Chmiel/Gelmar Chmiel Júnior (VW Gol/Stumpf Preparações), a 21 voltas
20º) Andrei Tasca/Rogélio Faoro/Paulo Pizzoni (VW Gol/Rally Cascavel Motorsport), a 29 voltas
21º) Eduardo Zambiazi/Thiago Menegaz (Ford Fiesta/Cezarotto Motorsport), a 32 voltas
22º) João Paulo Gelain/Marcelo Beux (VW Gol/Speed Car), a 35 voltas
23º) Higor Hoffmann/Rodrigo Helger (GM Corsa/Ribecar), a 38 voltas
24º) Renato Braga/Leandro Reis (GM Celta/Pimba Competições), a 39 voltas
NÃO COMPLETARAM
Sandro Moura/Cido Morais (VW Gol/Ribecar), a 40 voltas
Júnior Caús/Marlon Bastos (GM Celta/Caús Motorsport), a 46 voltas
Luiz Fernando Pielak/David Muffato (Ford Fiesta/Ferrari Motorsport), a 62 voltas
Edson Bueno/Diogo Pachenki (VW Gol/Paraguay Racing), a 63 voltas
Wilton Pena/Jefferson Gomes/Eber Gomes (VW Gol/PaceCar Motorsport), a 68 voltas
Thiago Oliveira/Thiago Rausis (GM Celta/AGB Preparações), a 70 voltas
Leônidas Fagundes/Vinicius Fagundes/Guilherme Sirtoli (Ford Ka/Sérgio Ferrari Racing Team), a 74 voltas
Larissa Cruzeiro/João Lemos/Rogério Cruzeiro (Ford Ka/Classe A), a 82 voltas
Pedro Pimenta/Vinicius Margiota/Alexandre Navarro (VW Gol/Paraguay Racing), a 89 voltas
Leandro Romera/Luc Monteiro/Paulo Salustiano (VW Gol/Speed Car), a 90 voltas
Raphael Reis/Pedro Cardoso (Fiat Palio/L&L Motorsport), a 91 voltas
Fernando Dalabona/Thiago Azalini (Fiat Palio/Landerson Competições), a 91 voltas
Paulo Bento/Gabriel Corrêa/Carlos Souza (Ford Fiesta/Ferrari Motorsport), a 93 voltas
Natan Sperafico/Guilherme Sperafico (Ford Ka/Sérgio Ferrari Racing Team), a 94 voltas
Wellington Justino/Rodrigo Cruvinel (GM Corsa/MG Sports), a 112 voltas
Leandro Zandoná/Marco Romanini (Ford Fiesta/Ferrari Motorsport), a 121 voltas
Wanderley Faust/Fabiano Cardoso (Ford Ka/Sérgio Ferrari Racing Team), a 138 voltas
Melhor volta:: Thiago Klein, na 72ª, 1min18s232, média de 140,720 km/h

Texto: Grelak Comunicação/Divulgação
Foto: Sergio Sanderson/Divulgação

Copyright© 2007-2016 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Trio da Sensei-Sorbara Motorsport é o mais rápido no primeiro dia de treinos da Cascavel de Ouro

galid-osman_andre-bragantini-caito-carvalho-da-sensei-sorbara-motorsport-fizeram-o-melhor-tempo-do-primeiro-dia-de-treinos-1min17s673_compressedNo lugar da chuva esperada pela previsão do tempo foi o frio que apareceu nos primeiros treinos livres na programação da 30ª edição da Cascavel de Ouro, que será disputada no domingo (23), no Autódromo Zilmar Beux de Cascavel. A baixa temperatura fez com que a melhor volta do dia fosse registrada no primeiro treino da manhã.

O trio formado por Galid Osman, André Bragantini e Caíto Carvalho, com o Celta da equipe Sensei-Sorbara Motorsport, fez a volta mais rápida da sessão e do dia com 1min17s673, nos 3.058 metros do circuito. A segunda melhor marca apareceu no quarto e último treino, já no fim da tarde, com a dupla Marcel Sedano/Ruslan Carta Filho, 1min17s978, com o Gol da Stumpf Preparações.

O terceiro melhor tempo foi da dupla Gustavo Magnabosco/Davi Dal Pizzol (Pein Competições), 1min18s007. Odair dos Santos/Thiago Klein, da equipe Paraguay Racing, foi o quarto mais rápido com 1min18s185. Wanderlei Faust/ Fabiano Cardoso, com o modelo Ka, da Sérgio Ferrari Racing Team, fez o quinto tempo com 1min18s196.

A corrida terá largada às 12h do domingo, com duração de quatro horas e transmissão ao vivo do Fox Sports 2 e na Catve. A geração de imagens é da MasterTV/CATVE. Os ingressos para a prova de domingo serão vendidos nos portões do autódromo a R$ 15. As credenciais de box terão preço de R$ 50. A área vip montada sobre os boxes, que inclui buffet e bar das 10h do domingo ao fim do evento, tem credenciais a R$ 250.

correndo-pela-peim-competicoes-gustavo-magnabosco-e-davi-dal-pizzol-fizeram-o-terceiro-tempo-com-1min18s007_compressedOs vencedores da Cascavel de Ouro receberão R$ 20 mil em dinheiro. Haverá premiação de R$ 7 mil para os vice-campeões e de R$ 3 mil para os terceiros colocados, além de bônus de R$ 1 mil para pole, volta mais rápida e maior número de posições conquistadas. Com largada às 14h, a corrida terá quatro horas de duração. A cerimônia de premiação no pódio vai contemplar as duplas e trios que ocuparem as dez primeiras colocações.

Haverá prêmios adicionais. Um piloto da dupla ou do trio que vencer a Cascavel de Ouro terá participação na primeira prova de 2017 do Fara USA, no mês de fevereiro em Homestead, com uma Ginetta G40, com custos de viagem incluídos na premiação. A equipe vencedora também terá isenção de todos os custos técnicos para participação de um de seus pilotos na primeira etapa da série brasileira Sprint Race Brasil na temporada de 2017.

CASCAVEL DE OURO – TREINOS LIVRES
(Resultado combinado das quatro sessões desta sexta-feira)
1º) Galid Osman/André Bragantino/Caíto Carvalho (GM Celta/Sensei-Sorbara Motorsport), 1min17s673
2º) Marcel Sedano/Ruslan Carta Filho (VW Gol/Stumpf Preparações), 1min17s978
3º) Gustavo Magnabosco/Davi Dal Pizzol (VW Gol/Peim Competições), 1min18s007
4º) Odair dos Santos/Thiago Klein (VW Gol/Paraguay Racing), 1min18s185
5º) Wanderley Faust/Fabiano Cardoso (Ford Ka/Sérgio Ferrari Racing Team), 1min18s196
6º) Leandro Zandoná/Marco Romanini (Ford Fiesta/Ferrari Motorsport), 1min18s274
7º) Beto Monteiro/Guilherme Salas/Daniel Kaefer (GM Celta/Sensei-Sorbara Motorsport), 1min18s366
8º) Wellington Justino/Rodrigo Cruvinel (GM Corsa/MG Sports), 1min18s381
9º) Anderson Portes/Juliano Bastos (Ford Ka/Sérgio Ferrari Racing Team), 1min18s491
10º) Paulo Bento/Gabriel Corrêa/Carlos Souza (Ford Fiesta/Ferrari Motorsport), 1min18s566
11º) Júnior Caús/Marlon Bastos (GM Celta/Caús Motorsport), 1min18s635
12º) Ângelo Giombelli/Felipe Carvalho/Ingmar Biber (GM Classic/Sensei-Sorbara Motorsport), 1min18s640
13º) Ricardo Sperafico/Miguel Laste/ Rodrigo Sperafico (Ford Ka/Sérgio Ferrari Racing Team), 1min18s705
14º) Edson Bueno/Diogo Pachenki (VW Gol/Paraguay Racing), 1min18s728
15º) Renato Braga/Leandro Reis (GM Celta/Pimba Competições), 1min18s760
16º) Gustavo Myasava/Edson Coelho Júnior (GM Celta/Caús Motorsport), 1min18s778
17º) Raulino Kreis Júnior/Guto Baldo/Marcelo Cancelli (VW Gol/MP Preparações), 1min18s880
18º) Natan Sperafico/Guilherme Sperafico (Ford Ka/Sérgio Ferrari Racing Team), 1min18s904
19º) Wilton Pena/Jefferson Gomes/Eber Gomes (VW Gol/PaceCar Motorsport), 1min18s904
20º) Leônidas Fagundes/Vinicius Fagundes/Guilherme Sirtoli (Ford Ka/Sérgio Ferrari Racing Team), 1min18s922
21º) Valmor Emílio Weiss/Arial Barranco (VW Gol/RB Motorsport), 1min19s084
22º) Júnior Niju/Michel Giusti (VW Gol/FF Racing), 1min19s136
23º) Gilliard Chmiel/Gelmar Chmiel Júnior (VW Gol/Stumpf Preparações), 1min19s140
24º) Luiz Fernando Pielak/David Muffato (Ford Fiesta/Ferrari Motorsport), 1min19s173
25º) João Paulo Gelain/Marcelo Beux (VW Gol/Speed Car), 1min19s218
26º) Lorenzo Massaro/Cleves Formentão (VW Gol/Speed Car), 1min19s220
27º) Edson Massaro/Gastão Weigert (VW Gol/Speed Car), 1min19s371
28º) Luís Filgueiras/Rodrigo Moreno (VW Gol/AGB Preparações), 1min19s633
29º) Andrei Tasca/Rogélio Faoro/Paulo Pizzoni (VW Gol/Rally Cascavel Motorsport), 1min19s647
30º) Fernando Dalabona/Thiago Azalini (Fiat Palio/Landerson Competições), 1min19s847
31º) Higor Hoffmann/Rodrigo Helger (GM Corsa/Ribecar), 1min19s911
32º) Pedro Pimenta/Vinicius Margiota/Alexandre Navarro (VW Gol/Paraguay Racing), 1min20s001
33º) Leandro Romera/Luc Monteiro/Paulo Salustiano (VW Gol/Speed Car), 1min20s181
34º) Renato Constantino/Luciano Lobão/Rafael Suzuki (GM Celta/Modena Racing), 1min20s238
35º) Larissa Cruzeiro/João Lemos/Rogério Cruzeiro (Ford Ka/Classe A), 1min20s384
36º) Raphael Reis/Pedro Cardoso (Fiat Palio/L&L Motorsport), 1min20s487
37º) Thiago Oliveira/Thiago Rausis (GM Celta/AGB Preparações), 1min20s553
38º) Fábio Tokunaga/Paulo Henrique/Mário Garibaldi Filho (VW Gol/RPM Escola de Pilotos), 1min21s220
39º) Eduardo Zambiazi/Thiago Menegaz (Ford Fiesta/Cezarotto Motorsport), 1min21s343
40º) Sandro Moura/Cido Morais (VW Gol/Ribecar), 1min22s041
41º) Walter Lima/André Lima/Walter Lima Júnior (Ford Fiesta/LeMans), 1min22s867
42º) Alexandre Seda/Francisco Júnior/Paul Lanfredi (VW Gol/RB Motorsport), 1min23s216
Média do 1º:141,732km/h

PROGRAMAÇÃO DA 30ª CASCAVEL DE OURO
(Treinos e corridas no Autódromo Zilmar Beux)
Sábado, 22 de outubro
8h15 – briefing dos chefes de equipe da Cascavel de Ouro
9h00 – treino livre da Sprint Race Brasil (40 minutos)
9h50 – treino livre da Cascavel de Ouro (90 minutos)
11h30 – briefing dos pilotos da Cascavel de Ouro
12h50 – treino livre da Sprint Race Brasil (40 minutos)
13h40 – treino livre da Cascavel de Ouro (80 minutos)
15h10 – treino livre da Cascavel de Ouro (40 minutos)
16h30 – treino classificatório da Sprint Race Brasil, corrida 1 (10 minutos)
16h50 – treino classificatório da Sprint Race Brasil, corrida 2 (10 minutos)
17h10 – treino classificatório da Cascavel de Ouro, grupo 1 (20 minutos)
17h40 – treino classificatório da Cascavel de Ouro, grupo 2 (20 minutos)
18h15 – Top 10/Superpole (10 minutos)
Domingo, 23 de outubro
8h50 – primeira corrida da Sprint Race Brasil (23 minutos + 1 volta)
9h30 – warm up da Cascavel de Ouro (20 minutos)
10h00 – desfile de carros antigos
10h50 – segunda corrida da Sprint Race Brasil (23 minutos + 1 volta)
12h00 – largada da 30ª Cascavel de Ouro (240 minutos + 1 volta)

Texto: Grelak Comunicação/Divulgação
Foto: Sérgio Sanderson/Divulgação

Copyright© 2007-2016 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Equipe campeã define quatro duplas para o Cascavel de Ouro

equipe-campea-define-quatro-duplas-para-o-cascavel-de-ouro2Vencedora da Cascavel de Ouro no ano passado com a dupla formada pelos primos Natan e Ricardo Sperafico, a Sérgio Ferrari Racing Team já tem definidos os pilotos de seus cinco carros para a disputa da 30ª edição, no dia 23 de outubro no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel. Sediada na cidade de Toledo, a equipe trabalha pela conquista da terceira vitória na corrida de maior tradição no automobilismo paranaense.

Todos os pilotos da equipe vão disputar as quatro horas de corrida com o modelo Ford Ka. Os pilotos vencedores da corrida no ano passado estarão na pista, mas em carros distintos. Natan Sperafico será parceiro de outro primo, Guilherme, autor da pole position em 2015, no carro número 27. Ricardo formará dupla com Miguel Ângelo Laste, atual campeão do Metropolitano de Marcas & Pilotos da classe B, no carro número 9.

Leônidas Fagundes Júnior reedita o trio que levou a equipe ao terceiro lugar na corrida do ano passado, correndo ao lado do filho Vinícius Fagundes e do genro Guilherme Sirtoli no carro número 7. O trio foi um dos destaques em 2015, alcançando a terceira posição com um Fiat Palio depois de largar em 21º lugar. Neste ano, Sirtoli e os Fagundes também vão aderir ao Ford Ka, modelo tido como um dos mais competitivos da categoria.

equipe-campea-define-quatro-duplas-para-o-cascavel-de-ouroAnderson Portes e Juliano Bastos, ambos de Cascavel, vão defender a equipe formando dupla no carro número 43. Em 2015 os dois tiveram Rafael Paiva como parceiro de pilotagem e finalizaram a prova em 16º lugar. A Sérgio Ferrari Racing Team terá no grid, ainda, o carro número 22, em que Wanderley Faust formará dupla com o gaúcho Fabiano Cardoso. Em 2015 eles disputaram a prova em carros diferentes. Ambos abandonaram.

Os vencedores da Cascavel de Ouro receberão R$ 20 mil em dinheiro. Haverá premiação de R$ 7 mil para os vice-campeões e de R$ 3 mil para os terceiros colocados, além de bônus de R$ 1 mil para pole, volta mais rápida e maior número de posições conquistadas. Com largada às 14h, a corrida terá quatro horas de duração e transmissão ao vivo da CATVE/TV Cultura. O portal da CATVE na internet reproduzirá a transmissão em tempo real.

Haverá prêmios adicionais. Um piloto da dupla ou do trio que vencer a Cascavel de Ouro terá participação na primeira prova de 2017 do Fara USA, no mês de fevereiro em Homestead, com uma Ginetta G40, com custos de viagem incluídos na premiação. A equipe vencedora também terá isenção de todos os custos técnicos para participação de um de seus pilotos na primeira etapa da série brasileira Sprint Race Brasil na temporada de 2017.

Texto: Grelak Comunicação/Divulgação
Foto: Fabrício Guarda/Divulgação

Copyright© 2007-2016 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Decisão do Paranaense de Arrancada acontece neste fim de semana

alberto-aires01_compressedO Campeonato Paranaense de Arrancada de 201 chega ao fim neste fim de semana, em Cascavel, na região Oeste do Estado. Sábado e domingo será disputada a quarta e última etapa na pista do Autódromo Zilmar Beux, com promoção e organização do Automóvel Clube de Cascavel e supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

Pilotos de vários estados disputarão a decisão do campeonato, competindo nas categorias Força Livre Dianteira, Dianteira Turbo A, Turbo Traseira, Turbo Traseira B, Dianteira Turbo B, Traseira Street Turbo, Street Tração Traseira, Dianteira Turbo C, Standart, Força Livre Traseira, XTM 10,5, Drag Light e categoria Drag Top Álcool.

 

Classificação do Paranaense de Arrancada de 201m após três etapas

Categoria Força Livre Dianteira
1º) Sabrina Lorene Finco, com 23 pontos
2º) César Augusto K. Ferreira, 22
3º) Carlos Eduardo Moreira, 21
4º) Paulo Henrique da Fonseca, com 18 pontos

Categoria Dianteira Turbo A
1º) Alessandro Francisco dos Santos, com 49 pontos
2º) André Schiavon Marcotti, 47
3º) Wilber Miranda Valente, 22
4º) Valmor Menegatti Júnior, 17
5º) Jean Carlos Prado, 15
6º) Diego Lorran Garcia, 14
7º) Adalberto Jhon Júnior, 13
8º) Anderson Casanova, com 11 pontos

Categoria Turbo Traseira
1º) Alvaro de Castro Júnior, com 52 pontos
2º) André Aleksandro, 21
3º) Jevan A. Dalla Valle, 17
4º) Anselmo Sepp, 13
5º) Marcelo Teixeira de Moraes, 11
6º) Claverson Bertolin, 9
7º) Rafael Palma Geraldo, com 5 pontos

Categoria Turbo Traseira B
1º) Ricardo Roque dos Santos Vieira, com 51 pontos
2º) Marcelo Teixeira de Moraes, 45
3º) Maicon Júnior Vieira, com 37 pontos

Categoria Dianteira Turbo B
1º) Carlos Eduardo Moreira, com 57 pontos
2º) Sabrina Lorene Finco, 50
3º) Paulo Henrique da Fonseca, 36
4º) Evandro Carlos Mantovani, 24
Vilson Ferreira, 24
6º) Eduardo Kassab, 16
7º) Rafael Calderon, 13
Leandro Maia Betine, 13
9º) Rafael Fustado, 11
10º) Paulo Sérgio Gamero Prado, 9
Marco Aurélio Souza de Paula, 9
12º) Aldo H. Júnior, 8
Clauber Francis Trento, 8
Durval Cezar de Souza Dinallo, 8
15º) Adalberto, 6
16º) Luis Fernando Costa, 5
Luiz Rogério de Souza, 5
18º) Rodrigo Agostinho Santos, 4
19º) Charles Uscocovich, 3
Charles Mena Scatamburlo, 3
21º) Adriano Prado, 2
22º) Leonardo K. Casagrande, com 1 ponto

Categoria Traseira Street Turbo
1º) Sandro Rogério Dalavalle, com 61 pontos
2º) Maycon Vieira de Araújo, 22
3º) Marcos Vinicius Guimarães, com 13 pontos

Categoria Street Tração Traseira
1º) Gilmar Paulo Trovo, com 34 pontos
2º) Cristiano Guimarães, 29
3º) Arthur Xavier Neto, 28
4º) Geordan Giovanni Chemin, 23
5º) Vilson Ferreira, 18
6º) Josoé Carvalho, 15
7º) Rafael Paulma Geraldo, com 9 pontos

Categoria Dianteira Turbo C
1º) Rogério Cardoso Bernardi, com 63 pontos
2º) Anderson Casanova, 47
3º) Ricardo Alexandre, 36
4º) Adriano Prado, 32
5º) Fernando Prado, 16
6º) Ricardo Antunes das Neves, 15
Marcelo Bonato, 15
8º) Alex Sandro Rampazzo, 9
9º) Marcio Santos, 7
10º) Marcelo José Sulzbacher, com 4 pontos

Categoria Standart
1º) Thiago Lemos, com 62 pontos
2º) José Aparecido Leonel, 33
3º) Alfredo Leonardo Lemos, 25
4º) Murilo Ribeiro, 23
5º) Milton Seiti, 17
6º) Wilber Miranda Valente, 13
7º) Mario Miranda Souza, com 9 pontos

Categoria Força Livre Traseira
1º) Tiago Ferraz, com 22 pontos

Categoria XTM 10,5
1º) Helton Francis Zancanaro, com 21 pontos
2º) Josemar Hudema, com 16 pontos

Categoria Drag Light
1º) Josemar Hudema, com 68 pontos

Categoria Drag Top Álcool
1º) Josemar Hudema, com 68 pontos

Foto: Juliano Julio/Divulgação
Texto: Luiz Aparecido da Silva

Copyright© 2007-2016 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Paulo Saçaki conquista primeira vitória na Copa Pana/Sul de Motovelocidade

paulo-sacaki03-calan-sandersonQuem acompanha a Copa Paraná/Sul de Motovelocidade já está acostumado com provas equilibradas e belas disputas. Mas a sexta etapa, disputada no último fim de semana no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel, foi marcada também pela primeira vitória na carreira do cascavelense Paulo Saçaki, que venceu a prova da categoria Evo. Irmão de Eduardo Saçaki, o “Japonês Voador” do motocross, Paulo estreou no motociclismo neste ano e conquista a primeira vitória de sua carreira logo em sua sexta prova.

Segundo Paulo Saçaki, a sensação de conquistar a primeira vitória é indescritível. “É uma sensação muito boa, uma adrenalina gostosa. Esta vitória veio antes do esperado, mas chegou em um momento muito legal. Estou evoluindo a cada etapa e estaremos ainda mais motivados para as próximas etapas”, completa Paulo.

Paulo Saçaki garantiu a vitória na categoria Evo (250/300cc) ao somar 32,2 pontos nas duas baterias. Paulo “Soldado” Braga, de Terra Roxa, conquistou o segundo lugar, com 28 pontos. Carlos Kozerski, de Santa Helena, somou 24 pontos e ficou com o terceiro lugar. Em quarto se classificou Luiz Felipe Tauffer, de Cascavel, com 21,4 pontos; seguido de Rafael Bozanini (Cascavel), com 21,2 pontos; Rodrigo Vaucher (Cascavel), 18,8; Almir Marzagão (Medianeira), 18,6; e Mateus Bonatto (Cascavel), com 11 pontos; que pela ordem, fecham as oito primeiras colocações da categoria Evo.

Categoria Pro – Felipe Gonçalves, de Londrina, ganhou a categoria Pro (250/300cc) ao somar 36 pontos nas duas baterias. O cascavelense Lucas Bittencourt se classificou na segunda colocação, com 28 pontos; tendo Luciano Zanardi, de Cascavel, em terceiro, com 25,2 pontos. Jyotu Guiot, também de Cascavel, chegou na quarta colocação, ao Omar 22,4 pontos; ao passo que Maycon Benassi, de Curitiba, ticou em quinto, sem somar pontos.

Moto Escola – A prova da categoria Moto Escola foi disputada no sábado à tarde, com vitória do curitibano Alexis Hay. Em segundo se classificou o cascavelense Luiz Altran, que chegou à frente de Sandro Ribeiro (Curitiba), Rafael Figueredo (Guarapuava), Jerry Strat (Pinhais), Maycon Benassi (Curitiba) e Alessandro Miola (Francisco Beltrão), que pela ordem, ocuparam as sete primeiras colocações da prova.

Categorias 600/1000cc – Com belas disputas, a prova das categorias 600 e 1000cc chamou a atenção do público.
Na 1000cc, a vitória foi de Luiz Altran, de Cascavel; ao passo que Jerry Strat, de Pinhais, ficou com a segunda colocação.
A vitória na categoria 600cc foi de Alex Hay, de Pinhais. Sandro Ribeiro, de Curitiba, se classificou em terceiro; e Maycon Benassi, de Curitiba, obteve o terceiro lugar.

Fotos: Calan Sanderson/Divulgação.

Texto: Luiz Aparecido da Silva/Divulgação.

Copyright© 2007-2016 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Paraná decide dois campeonatos em Cascavel

Marcas86 - Sérgio SandersonO Autódromo Zilmar Beux terá um fim de semana do jeito que o cascavelense gosta. O automobilismo do Paraná terá as decisões de dois campeonatos em Cascavel. No domingo serão conhecidos os campeões do Campeonato Paranaense de Velocidade no Asfalto e do Campeonato Metropolitano de Marcas de Cascavel.
A programação começa já na sexta-feira. A competição será válida também pela sétima e penúltima etapa do Campeonato Metropolitano de Velocidade de Curitiba. Também faz parte do evento a realização da sexta etapa da Copa Paraná/Sul de Motovelocidade.
A promoção e organização são do Automóvel Clube de Cascavel, com supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

Programação para sexta-feira – dia 02/09/16
08:30 – 12:00 -Vistoria Técnica Inicial – Marcas A e B e Turismo 1600
08:30 – 09:00 – 1º Treino – Moto
09:05 – 09:40 – 1º Treino – Turismo 1600
09:45 – 10:20 – 1º Treino – Marcas A e B
10:25 – 10:55 – 2º Treino – Moto
11:00 – 11:35 – 2º Treino – Turismo 1600
11:40 – 12:15 – 2º Treino – Marcas A e B
12:20 – 13:00 – INTERVALO PARA ALMOÇO
13:00 – 17:00 – Pesagem e Lacração de Pneus – Marcas A e B e Turismo 1600
13:05 – 13:35 – 3º Treino – Moto
13:40 – 14:15 – 3º Treino – Turismo 1600
14:20 – 14:55 – 3º Treino – Marcas A e B
15:00 – 15:30 – 4º Treino – Moto
15:35 – 16:10 – 4º Treino – Turismo 1600
16:15 – 16:50 – 4º Treino – Marcas A e B
16:55 – 17:20 – 1º Treino – Fórmula
17:25 – 17:55 – BRIEFING – Pilotos – Marcas A e B / Turismo 1600 / Fórmula
18:00 – 18:30 – BRIEFING – Chefes de Equipes – Marcas A e B e Turismo 1600

Programação para sábado – dia 03/09/16
08:00 – 10:00 – Pesagem e Lacração de Pneus – Marcas A e B e Turismo 1600
08:00 – 08:15 – 1º Treino – Moto 250cc / 300cc / PRO / EVO
08:20 – 08:35 – 1º Treino – Moto Escola
08:40 – 08:55 – 1º Treino – Moto 600cc / 1000cc / PRO
09:00 – 09:40 – 5º Treino – Turismo 1600
09:45 – 10:25 – 5º Treino – Marcas A e B
10:30 – 10:55 – 2º Treino – Fórmula
09:50 – 10:50 – Abastecimento – Turismo 1600
10:50 – 11:50 – Abastecimento – Marcas A e B
11:00 – 11:15 – 2º Treino – Moto 250cc / 300cc / PRO / EVO
11:20 – 11:35 – 2º Treino – Moto Escola
11:40 – 11:55 – 2º Treino – Moto 600cc / 1000cc / PRO
12:00 – 12:15 – Tomada de Tempo – Turismo 1600
12:20 – 12:35 – Tomada de Tempo – Marcas A e B
12:40 – 13:10 – BRIEFING – Pilotos – Moto 250cc/ 300cc/ 600cc/ 1000cc/ PRO / EVO
12:40 – 13:10 – INTERVALO PARA ALMOÇO
13:15 – 13:40 – 3º Treino – Fórmula
13:45 – 13:55 – Tomada de Tempo – Moto 250cc / 300cc / PRO / EVO
14:00 – 14:10 – Tomada de Tempo – Moto Escola
14:15 – 14:25 – Tomada de Tempo – Moto 600cc / 1000cc / PRO

1ª Prova – Turismo 1600
14:30 – Box Aberto
14:40 – Box Fechado
14:45 – Largada (30 minutos + 2 voltas)

Moto Escola
15:25 – Box Aberto
15:35 – Box Fechado
15:40 – Largada (8 voltas)
15:55 – Podium
16:00 – 16:15 – Tomada de Tempo – Fórmula

1ª Prova – Marcas A e B
16:20 – Box Aberto
16:30 – Box Fechado
16:35 – Largada (30 minutos + 2 voltas)

Programação para domingo –Dia 04/09/16
08:20 – 08:30 – Warm Up – Fórmula
08:35 – 08:45 – Warm up – Moto 250cc / 300cc / PRO / EVO
08:50 – 09:00 – Warm up – Moto 600cc / 1000cc / PRO
09:05 – 09:20 – Warm Up – Marcas A e B
09:20 – 10:20 – Abastecimento – Marcas A e B
09:25 – 09:40 – Warm Up – Turismo 1600
10:20 – 11:20 – Abastecimento – Turismo 1600

1ª Prova – Fórmula
09:45 – Box Aberto
09:50 – Box Fechado
09:55 – Largada (20 minutos + 2 voltas)

1ª Prova – Moto 250cc / 300cc / PRO / EVO
10:25 – Box Aberto
10:30 – Box Fechado
10:35 – Largada (14 voltas)

2ª Prova – Marcas A e B
11:00 – Box Aberto
11:10 – Box Fechado
11:15 – Largada (30 minutos + 2 voltas)

2ª Prova – Turismo 1600
11:55 – Box Aberto
12:05 – Box Fechado
12:10 – Largada (30 minutos + 2 voltas)
12:50 – 13:30 – Podium: Marcas e Turismo

Moto 600cc / 1000cc / PRO
13:35 – Box Aberto
13:40 – Box Fechado
13:45 – Largada (15 voltas)
14:15 – Podium

2ª Prova – Fórmula
14:20 – Box Aberto
14:25 – Box Fechado
14:30 – Largada (20 minutos + 2 voltas)
15:00 – Podium

2ª Prova – Moto 250cc / 300cc / PRO / EVO
15:15 – Box Aberto
15:20 – Box Fechado
15:25 – Largada (14 voltas)
15:50 – Podium

Texto: Luiz Aparecido da Silva/Divulgação
Foto: Sérgio Sanderson/Divulgação

Copyright© 2007-2016 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Copa Paraná/Sul de Motovelocidade é sucesso em Cascavel

Mateus Bonato11 - Wanderley SoaresA Copa Paraná/Sul de Motovelocidade teve prosseguimento no último fim de semana, com a realização da quinta etapa no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel. Mais uma vez o nível técnico dos pilotos superou as expectativas e no fim da tarde de domingo Rene Ferreira, de São José, Santa Catarina, ganhou a categoria 1000cc e impediu o domínio dos paranaenses, que ganharam as outras cinco categorias.

Dos paranaenses vitoriosos, três são de Cascavel. Lucas Bittencourt ganhou a categoria Pro; Mateus Bonato, a Evo; e Luiz Altran, a categoria Escola 600. As outras vitórias paranaenses foi de Alexis Hay, de Curitiba, na categoria 600cc; e Rafael Figueiredo, de Guarapuava, na categoria Escola 1000cc

Na classificação depois de cinco etapas, Lucas Bittencourt lidera a categoria Pro, com 106 pontos; Mateus Bonato,a Evo, com 129; Carlos Barcelos, de Porto Alegre, a 1000cc, com 68 pontos; Alexis Hay, da 600cc, com 45; Rafael Figueredo (Guarapuava), a Escola 1000, com 63; e Luís Altran (Cascavel), a categoria Escola 600cc, com 75 pontos

A sexta etapa da Copa Paraná/Sul de Motovelocidade está marcada para os dias três e quatro de setembro, quando fará parte da programação das finais dos campeonatos Metropolitano de Cascavel e Paranaense de Marcas

A Copa Paraná/Sul de Motovelocidade tem promoção e organização de Orlei Silva, com supervisão da Confederação Brasileira de Motociclismo – Lucas Bittencourt26 - Wanderley SoaresCBM  e Federação Paranaense de Motociclismo – FPM  e apoio dos Hotéis Caiuá e Bibbós Yamaha.

Resultados da quinta etapa da Copa Paraná/Sul de Motovelocidade
Categoria Pro
1º) Lucas Bittencourt (Cascavel), Kawasaki Ninja 300, com 34 pontos
2º) Felipe Gonçalves (Londrina), Kawasaki Ninja 300, 30
3º) Silvio Inomata (Cascavel), Yamaha YZF R3, 25,2
4º) Carlos Barcelos (Porto Alegre), Yamaha YZF R3, 22,4
5º) Maycon Benassi (Curitiba), Yamaha YZF R3, 21
6º) Jyoti Guiot (Cascavel), Honda CBX Twister, 19,6
7º) Luciano Zanardi (Cascavel), Honda CBX Twister, sem pontos

Categoria Evo
1º) Mateus Bonato (Cascavel), Yamaha YZF R3, com 31 pontos
2º) Paulo Braga (Terra Roxa), Yamaha YZF R3, 31
3º) Paulo Saçaki (Cascavel), Yamaha YZF R3, 25,2
4º) Carlos Kozerski (Santa Helena), Yamaha YZF R3, 24
5º) Luís Felipe Tauffer (Cascavel), YZF R3, 20,2
6º) Silvio Hnerique da Silva (Cascavel), Yamaha YZF R3, 19,6
7º) Maikel Rampel (Marechal C. Rondon), Honda CBX Twister, 19,4
8º) Almir Marzagão (Medianeira), Yamaha YZF R3, 16,4
9º) Rodrigo Waucher (Cascavel), Yamaha YZF R3, 15,8
10º) Rafael Bonzanini (Cascavel), Kawasaki Ninja 300 R, sem pontos

Categoria 1000cc
1º) Rene Ferreira (São José-SC), BMW S1000RR, 12 voltas
2º) José Caetano (Biguaçu-SC), BMW S1000RR, 12 voltas
3º) Carlos Barcelos (Porto Alegre), Suzuki GSXR 1000, 12 voltas
4º) Rafael Figueiredo (Guarapuava), Yamaha YZF R1, 12 voltas
5º) Victor Moura (Curitiba), Kawasaki ZX10R, 8 voltas

Categoria 600cc
1º) Alexis Hay (Curitiba), Honda CBR 600 RR, 12 voltas
2º) Wagner Ettinger (São Paulo), Kawasaki Ninja 300, 12 voltas
3º) Sandro Ribeiro (Curitiba), Kawasaki ZX6R, 12 voltas
4º) André Fernandes (Cascavel), Kawasaki ZX6R, 11 voltas

Categoria Escola 600
1º) Luiz Altran (Cascavel), Honda CBR 600 RR, 8 voltas
2º) Marciano Neto (Medianeira), Kawasaki Ninja ZX6R, 8 voltas
3º) Alexandre Miola (Francisco Beltrão), Honda CB600, 7 voltas
4º) Jyoti Guiot (Cascavel), Honda CBX Twister, 4 voltas

Categoria Escola 1000cc
1º) Rafael Figueiredo (Guarapuava), Yamaha YZF R1, 8 voltas
2º) André Fernandes (Cascavel), Kawasaki ZX6R, 8 voltas
3º) Michel Gantus (Porto Alegre), Suzuki GSXR 1000, 8 voltas

Classificação da Copa Paraná/Sul de Motovelocidade após 5 etapas
Categoria Pro
1º) Lucas Bittencourt (Cascavel), Kawasaki Ninja 300 R, com 106 pontos
2º) Felipe Gonçalves (Londrina), Kawasaki Ninja 300 R, 80,4
3º) Luciano Zanardi (Cascavel), Honda CBX Twister, 71,4
4º) Jyoti Guiot (Cascavel), Honda CBX Twister, 71
5º) Suel da Silva (Londrina), Honda CBX Twister, 53,2
6º) Joelsu da Silva (Londrina), Kawasaki Ninja 300 R, 36
7º) Silvio Inomata (Cascavel), Yamaha YZF R3, 25,2
8º) Guilherme Galan (Londrina), Honda CB 300, 23,2
9º) Carlos Barcelos (Porto Alegre), Yamaha YZF R3, 22,4
10º) Wagner Ettinger (São Paulo), Kawasaki Ninja 300 R, 22,2
11º) Maycon Benassi (Curitiba), Yamaha YZF R3, 21
12º) Renato Mesquita Júnior (Londrina), Honda CBX Twister, 20,6
13º) Marcelo Moreno (Cambe), Kawasaki Ninja 300 R, 19,2
14º) Leonardo Mascarello (Palotina), Kawasaki Ninja 300 R, 6
15º) Juliano Soder (Toledo), Yamaha YZF R3, sem pontos
16º) João Carlos Galan (Londrina), Honda CBX Twister, sem pontos

Categoria Evo
1º) Mateus Bonato (Cascavel), Yamaha YZF R3, com 129 pontos
2º) Paulo Braga (Terra Roxa), Yamaha YZF R3, 117,6
3º) Luís Felipe Tauffer (Cascavel), Yamaha YZF R3, 103,4
4º) Carlos Kozerski (Santa Helena), Yamaha YZF R3, 101,2
5º) Maykel Rempel (Marechal C. Rondon), Honda CBX Twister, 97,2
6º) Paulo Saçaki (Cascavel), Yamaha YZF R3, 88,2
7º) Rafael Bonzanini (Cascavel), Kawasaki Ninja 300 R, 71,8
8º) Paulo Soder (Toledo), Yamaha YZF R3, 53,8
9º) Michael Alexandre (Cascavel), Yamaha YZF R3, 53
10º) Almir Marzagão (Medianeira), Yamaha YZF R3, 52,6
11º) Paulo Sabino (Cascavel), Yamaha YZF R3, 43,6
12º) Nicolau Aprígio (Cascavel), Honda CBX Twister, 33,2
13º) Silvio H. da Silva (Cascavel), Yamaha YZF R3, 19,6
14º) Bruno Novalowski (Foz do Iguaçu), Honda CBX Twister, 16
15º) Rodrigo Vaucher (Cascavel), Yamaha YZF R3, 15,8
16º) Roberto Ken Yemoto (Cascavel), Honda CBX Twister, com 12 pontos

Categoria 1000cc
1º) Carlos Barcelos (Porto Alegre), Suzuki GSXR 1000, com 68 pontos
2º) Jarbas Almeida (Maringá), BMW ZX6R, 36
3º) Rene Ferreira (São José), BMW S1000RR, 25
4º) Leonardo Yoshi (Londrina), BMW S1000RR, 20
5º) Mauriti Júnior (São Paulo), BMW S1000RR, 20
6º) José Caetano (Biguaçu), BMW S1000RR, 20
7º) Rafael Figueredo (Guarapuava), Yamaha YZF R1, com 16 pontos

Categoria 600cc
1º) Alexis Hay (Curitiba), Honda CBR 600RR, com 45 pontos
2º) Sandro Ribeiro (Curitiba), Kawasaki ZXF R6, 43
3º) Wagner Ettinger (São Paulo), Kawasaki Ninja ZX6R, 38
4º) Luís Altran (Cascavel), Honda CBR 600, 34
5º) Rodrigo Mila (Cascavel), Suzuki GSX-750, 31
6º) Lucas Bittencourt (Cascavel), Kawasaki ZXF R6, 25
7º) Marcos Souza (Londrina), Kawasaki Ninja 600, 20
8º) André Fernandes (Cascavel), Kawasaki ZX6R, 16
9º) David Fleury (Cascavel), Yamaha YZF R6, com 14 pontos

Categoria Escola 1000cc
1º) Rafael Figueredo (Guarapuava), Yamaha YZF R1, com 63 pontos
2º) Jarbas Almeida (Maringá), BMW ZX6R, 34
3º) Leonardo Yoshi (Londrina), BMW S1000RR, 25
4º) Mauriti Júnior (São Paulo), BMW S1000RR, 25
5º) Bruno Selhorst (Londrina), Suzuki GSXR, 20
6º) André Fernandes (Cascavel), Kawasaki ZX6R, 20
7º) Michel Gantus (Porto Alegre), Suzuki GSXR, 18
8º) Leandro Domingos (Maringá), BMW S1000RR 16 pontos

Categoria Escola 600cc
1º) Luís Altran (Cascavel), Honda CBR 600, com 75 pontos
2º) Alexandro Miola (Francisco Beltrão), Honda CB 600F, 52
3º) Rodrigo Mila (Cascavel), Suzuki GSX-750, 38
4º) Edivan de Paula (Coronel Vivida), Kawasaki ZX6R, 20
5º) Marciano Neto (Medianeira), Kawasaki Ninja ZX6R, 20
6º) Diego Feriani (Maringá), Kawasaki ZX6R, 16
7º) Jyoti Guiot (Cascavel), Honda CB 600, com 16 pontos

Fotos: Wanderley Soares/Divulgação
Texto: Luiz Aparecido da Silva/Divulgação.

Começa fase decisiva do Metropolitano de Marcas em Cascavel

Edson Massaro17 - Sérgio SandersonCascavel vive as emoções da fase decisiva do Campeonato Paranaense de Marcas. A 5ª e penúltima etapa será disputada neste fim de semana, no Autódromo Zilmar Beux, com promoção e organização do Automóvel Clube de Cascavel e supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

A programação prevê para sábado das 16h30 às 16h45, o treino classificatório da categoria Turismo 1.600; das 16h50 às 17 horas, o Superpole da Turismo 1.600; das 17h05 às 17h20, treino classificatório das categorias Marcas A e Marcas B; das 17h25 às 17h35, Superpole das categorias Marcas A e Marcas B. As provas serão todas no domingo. A largada da 1ª prova da Turismo 1.600 será às 10h15, com duração de 30 minutos, mais duas voltas; às 11h10, largada da 1ª prova das categorias Marcas A e Marcas B (duração de 30 minutos, mais duas voltas); às 13h20, largada da 2ª prova da Turismo 1.600; às 15h05, largada da 2ª prova das categorias Marcas A e Marcas B; e às 15h45, pódio das três categorias.

Thiago Klein50 - Sérgio SandersonA expectativa de mais uma etapa empolgante, mas uma coisa é certa: os campeões das três categorias só serão conhecidos na última etapa, marcada para os dias 3 e 4 de setembro.
Na categorias Marcas A, o atual campeão Thiago Klein está na liderança, com 121,5 pontos. O vice-líder é Paulo Vitor Bento, com 111, ao passo que com 110 pontos, Edoli Caus Júnior ocupa a terceira colocação.
A categoria Marcas B tem como líder a dupla Edson Massaro/Cleves Formentão, com 116,5 pontos. Caio Cezar Carvalho surge na segunda colocação, com 103 e Sextilio Hans Niju Júnior, a terceira, com 102,5 pontos.

Juliano Silva08 - Sérgio SandersonJá na categoria Turismo 1.600, o líder é Juliano Silva, com 123 pontos. Felipe Carvalho está na vice-liderança, com 119; enquanto que Roney Ribeiro Mendes é terceiro colocado, com 99 pontos.

Classificação do Metropolitano de Marcas de Cascavel após 4 etapas
Categoria Marcas A
1º) Thiago Klein (Cascavel), Gol, com 121,5 pontos
2º) Paulo Vitor Bento (Cascavel), Fiesta, 111
3º) Edoli Caus Júnior (Cascavel), Celta, 110
4º) Marcel Sedano (Porto União-SC), Gol, 86
5º) André Luiz Bragantini Júnior (Curitiba), Celta, 62
6º) Vinicius Fagundes/Leônidas Fagundes (Cascavel), Palio, 52
7º) Natan Sperafico (Toledo), Ka, 49
8º) Luiz Fernando Pielak (Cascavel), Fiesta, 47
9º) Rodrigo Elger/Higor Hoffmann (Maringá), Corsa, 31
10º) Fernande Valandro/Augusto Baldo (Curitiba), Gol, 14,5
11º) Marco Romanini (Cascavel), Clio, com 3,5 pontos

Categoria Marcas B
1º) Edson Massaro/Cleves Formentão (Cascavel), Gol, com 116,5 pontos
2º) Caio Cezar Carvalho (Cascavel), Celta, 103
3º) Sextilio Hans Niju Júnior (Chapecó-SC), 102,5
4º) Miguel Laste (Toledo), Ka, 96
5º) Marcelo Maschio Beux (Cascavel), Gol, 81
6º) Lorenzo Massaro (Cascavel), Gol, 53,5
7º) Odair dos Santos (Ciudad Del Este), Gol, 49
8º) Cleyton Cezarotto (Cascavel), Fiesta, 43
9º) Anderson Portes (Cascavel), Ka, 37
10º) Wyllian Cezarotto (Cascavel), Fiesta, 32
11º) Luciano Diniz Monteiro (Cascavel), Clio, 7
12º) Alisson Vinicius Nurberg (Cascavel), Gol, 3
12º) Marcos Felipe Mocelin (Cascavel), Gol, 3
12º) João Paulo Naumes (Foz do Iguaçu), Gol, 3
12º) César Augusto Chimin (Cascavel), Clio, 3
12º) Adriano Barbosa/Ricardo Grandizolli (Londrina), Gol, com 3 pontos

Categoria Turismo 1.600
1º) Juliano da Silva (Cascavel), Gol, com 124 pontos
2º) Felipe Carvalho (Cascavel), Gol, 119
3º) Roney Ribeiro Mendes (Cascavel), Gol, 99
4º) César Augusto Cortina (Cascavel), Gol, 81
5º) Juliano Caus Bastos (Cascavel), Gol, 70
6º) Flamarion Zacchi (Laranjeiras do Sul), Gol, 62
7º) Marcos Antonio Cortina (Cascavel), Gol, 57
8º) Luciano Monteiro (Cascavel), Gol, 49
9º) Richardt Valandro (Curitiba), Gol, 47
10º) Fábio Tokunaga (Maringá), Voyage, 31
11º) André Soffa (Marechal C. Rondon), Gol, 27
12º) Jorge Eduardo Zambiazi (Cascavel), Voyage, 25
13º) Mario Garibaldi Filho (Maringá), Gol, 24
14º) Paulo Henrique Costa (Maringá), Voyage, 19
15º) Federico Luís Wirsch (Londrina), Voyage, 18
16º) Aparecido Morais/Renato Hein (Cascavel), Gol, 16
17º) Wailson André Francês (Cascavel), Voyage, 13
17º) Dario Daniel Bernal (Maringá), Gol, 13
18º) Cleber Fonseca/Jéfferson Fonseca (Cascavel), Gol, 6
19º) José Newton Ficagna (São M. Iguaçu), Escort, 6
19º) José Ismael Ribeiro/Vander Penques (Maringá), Voyage, 3

Texto: Luís Aparecido/Divulgação.

Fotos:Sérgio Sanderson/Divulgação.

Copyright© 2007-2016 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Edinéia estreia na Copa Paraná/Sul de Motovelocidade

Edinéia Nunes01 - Orlei SilvaO motociclismo de Cascavel ganhará sua primeira piloto. A quinta etapa da Copa Paraná/Sul de Motovelocidade, a ser disputada nos dias seis e sete de Agosto, no Autódromo Zilmar Beux, será marcada pela estreia de Edinéia Nunes dos Santos, competindo na categoria 1000cc. O primeiro treino, realizado no último fim de semana, deixou claro que ela chega para incomodar os “barbudos”.

Com 32 anos, Edineia anda de moto desde os 18, sempre pilotando as grandes, como Sred, 750cc e 1000cc. O interesse pelas competições cresceu quando há dois anos passou a participar dos track-days no Autódromo de Cascavel.

Edinéia diz que não tem como explicar sua paixão por motos. “Só quem é motociclista para saber. Andar de moto é vida, é tudo de bom, Ando desde os meus 18 anos e depois que passei a participar dos track-days, nasceu o interesse pelas competições. Agora chegou a oportunidade e vou estrear na Copa Paraná/Sul”, informa Edinéia, que por enquanto está aberta a aceitar patrocinadores, uma vez que sua estreia será toda bancada do bolso.

Sobre sua primeira corrida, Edinéia diz que a expectativa é andar bem, concluir a prova e aumentar o seu aprendizado. “Não tenho que provar nada para ninguém, não preciso mostrar nada. Vou à pista para fazer a minha corrida, evitar cometer erros e aprender um pouco mais. Daqui para frente será aprender sempre e evoluir a cada prova. Vou dar o melhor de min”, finaliza Edinéia, convidando as mulheres a participar dos track-days e do motociclismo.

Foto: Divulgação
Texto: Luiz Aparecido da Silva/Divulgação

Copyright© 2007-2016 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização