Félix da Costa fica fora dos pontos em Marrakesh

Não foi um dia fácil para António Félix da Costa, neste sábado (13) em Marrakesh, palco da terceira corrida da temporada 2017-2018 do Mundial de Fórmula E, FIA Formula E, depois de uma situação de bandeiras amarelas ter obrigado o Português a perder muito tempo, caindo várias posições no momento de parada no box para mudança de carro, o que acabou impedindo-o de terminar na zona de pontuação.

Depois de uma sessão de qualificação nada feliz, onde um toque na sua volta rápida, obrigou o piloto de Portugal a ter de largar apenas do 19º lugar do grid de partida, Félix da Costa entrou ao ataque e de imediato iniciou uma excelente recuperação até ao 10º lugar, posição que parou no box. A operação de mudança de carro correu bem ao piloto luso, que no entanto viria a ser um dos azarados do dia, visto que justamente após o seu regresso à pista, surgiu uma situação de bandeiras amarelas, que obriga os pilotos a reduzirem o ritmo, quando a maioria dos seus adversários tinha ficado mais uma volta em pista, logo ganho clara vantagem face ao piloto Português. Neste cenário  caiu para o 15º lugar, perdeu mais de 30 segundos, ficando com a corrida estragada e totalmente fora da luta pelos pontos e tendo de amargar um inglório 14º lugar final.

“Se na qualificação o meu erro na volta rápida comprometeu a posição de partida, na corrida penso que fiz tudo o que estava ao meu alcance, ataquei desde o inicio, recuperei nove lugares, mas com o tempo perdido devido às bandeiras amarelas, fiquei com a corrida estragada e limitei-me a levar o carro até ao final. Foi um dia difícil, que poderia até ter acabado bem, mas o fator sorte hoje não me acompanhou”, lamentou Félikx da Costa.

A corrida foi vencida pelo Sueco Felix Rosenqvist, seguido de Sebastien Buemi, com Sam Bird a em terceiro completando pódio. Apesar de não ter pontuado Da Costa continua a ser o melhor colocado da sua equipa MS&AD Andretti Formula E Team, ocupando o 10º lugar do campeonato com oito pontos, todos eles conquistados na primeira jornada de Hong Kong.

A Fórmula E segue agora para o Continente Sul Americano, mais precisamente para Santiago do Chile, palco da próxima jornada, no fim de semana de três de Fevereiro. Até lá António Félix da Costa não terá descanso, com as míticas 24 Horas de Daytona, marcadas para o último fim de semana de Janeiro, corrida onde fará a sua estreia absoluta ao volante de um Oreca LMP2 da equipa de do famoso ator Jackie Chan.

Confira o resultado final do e-Prix:

1 – Felix Rosenqvist, Mahindra Racing, 48:04.751s (25)
2 – Sebastien Buemi, Renault e.dams, +0.945s (21)
3 – Sam Bird, DS Virgin Racing, +5.762s (15)
4 – Nelson Piquet Jr, Panasonic Jaguar Racing, +6.554s (13)
5 – Jean-Eric Vergne, TECHEETAH, +12.238s (10)
6 – Jose Maria Lopez, DRAGON, +16.491s (8)
7 – Nick Heidfeld, Mahindra Racing, +28.381s (6)
8 – Tom Blomqvist, Andretti Formula E, +32.380s (4)
9 – Alex Lynn, DS Virgin Racing, +33.520s (2)
10 – Daniel Abt, ABT Schaeffler Audi Sport, +40.951s (1)
11 – Mitch Evans, Panasonic Jaguar Racing, +46.278s
12 – Maro Engel, Venturi Formula E Team, +46.915s
13 – Nico Prost, Renault e.dams, +53.099s
14 – Antonio Felix da Costa, Andretti Formula E, +1:01.116s
15 – Jerome D’Ambrosio, DRAGON, +1:13.805s
16 – Luca Filippi, NIO Formula E Team, +1 Lap
17 – Edoardo Mortara, Venturi Formula E Team, +3 Laps
Não concluíram a prova:
Oliver Turvey, NIO Formula E Team
Andre Lotterer, TECHEETAH
Lucas di Grassi, ABT Schaeffler Audi Sport

Texto: Divulgação

Foto: Divulgação.

Copyright© 2007-2017 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização