Vinícius Gabriel disputa Copa Brasil de Kart na categoria Novatos

Por Robério Lessa – Da Cidade do Conde (PB) – Vinícius Gabriel ingressou no Cearense de Kart nesta temporada e é um dos protagonistas da disputa pelo título alencarino na categoria Graduados B (motores dois tempos).

Desde cedo se interessou pelo kart, e seu pai Wanderley Nogueira sempre foi seu maior incentivador. Atento à necessidade de ter ao lado um bom profissional na formação do filho, Nogueira chamou o experiente e campeão Thiago Barbosa, da Tartaruga Racing, para ser coach de Vinícius.

Hoje, é possível perceber o crescimento do jovem de 13 anos, que encara a Copa Brasil de Kart, na categoria Júnior, competindo com feras como Diego Ramos, Kiko Porto, Felipe Baptista, Gabriel Crepaldi, dentre outros.

Prova da competitividade do cearense é que seu tempo mais rápido no treino livre desta quarta (11) foi de 52,992s, ficando a pouco mais de 0,9s do mais rápido do dia, Diego Ramos, que marcou 52,022s, em uma categoria na qual os 14 mais bem colocados estão separados por menos de um segundo.

“O Vinícius tem um potencial enorme, e sei que ele pode alcançar bons resultados. Estamos em uma disputa nacional. Aqui não tem moleza, quem está na pista sabe o que está fazendo, mas acredito muito em nosso representante”, afirmou Thiago. 

A Copa Brasil de Kart acontece de 10 a 14 de outubro, no Kartódromo Internacional do Paladino, localizado na cidade do Conde, na Região Metropolitana de João Pessoa.

Nesta quinta (12) a programação inicia às 7h, e encerra-se às 17h. Na manhã entra na pista pilotos das categorias Júnior, Sênior B, Graduado, Mirim, Shifter, F4 Sênior, F4, Super Sênior e F4 Super Sênior Master. À tarde é a vez dos competidores da Sudam, Júnior Menor, Cadete, Super Sênior, F4 Graduado, Novato e Sênior A.

A Copa Brasil de Kart é chancelada pela Confederação Brasileira de Kart (CBA), por meio da Comissão Nacional de Kart (CNK),

Texto e Fotos: Robério Lessa – Carros e Corridas

Copyright© 2007-2017 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização