Bom começo para Cacá Bueno

183674_299061_03_03_caca_0001O começo da temporada 2013 da Stock Car foi bem parecido com o início do campeonato do ano passado para Cacá Bueno. Novamente em Interlagos, o pentacampeão largou na segunda colocação e venceu a prova de abertura da principal categoria do automobilismo brasileiro e começou com o pé direito mais uma vez. Além da vitória de Cacá, a 30ª do carioca na Stock, Daniel Serra, seu companheiro na Red Bull Racing, também teve um bom resultado ao partir na sétima posição e terminar em quarto.

A dupla da Red Bull Racing optou por uma estratégia conservadora ao fazer o pit-stop logo no começo da prova. O pentacampeão não chegou nem a completar a primeira volta e já entrou nos boxes para o reabastecimento. Duas voltas depois, foi a vez de Serrinha realizar sua parada e encher o tanque.

No retorno à pista, Cacá reconquistou as posições perdidas na largada para Ricardo Maurício e Allam Khodair e era o primeiro entre os pilotos que haviam feito a parada. Enquanto isso, entretanto, Átila Abreu, que largara em décimo, estava na liderança da prova, posição que manteve, virtualmente, após seu pit-stop e de fato com o reabastecimento de Victor Genz, nos minutos finais da prova.  O pentacampeão passou a caçar o paulista. Volta após volta, Cacá diminuia a vantagem para Átila, mas também percebia a rápida chegada de Valdeno Brito, que estava em terceiro. A duas voltas para o final, Os três começaram uma disputa de tirar o fôlego.

No “S” do Senna, Valdeno superou o pentacampeão, mas os dois se aproximaram na Reta Oposta do então líder, que tinha sofria com problemas na bomba de combustível. Entre a Curva do Lago e o Bico de Pato, o trio teve uma disputa de tirar o fôlego, até que Cacá conseguiu superá-los para chegar à Junção com uma boa vantagem, que manteve até a bandeirada para vencer pela 30ª vez na Stock Car.

“Nas duas últimas voltas o couro comeu, ninguém sabia quem ia ganhar. O Átila (Abreu) deu duas ‘portadas’ em mim, fechou o Valdeno… Era sorte, ver que linha o Átila ia fazer e se livrar. Eu consegui acelerar, já o Valdeno ficou ‘encaixotado’ e eu consegui fazer a ultrapassagem. Alí foi definida a vitória. Se eu não passo o Valdeno sem usar o botão de ultrapassagem, ele ia me passar antes da linha de chegada. Começamos mais um ano com o pé direito. Tem sido um ano muito bom. O Cadu, meu filho, está para nascer e quando ele nascer não tem esta história de ficar mais lento. Vou ficar ainda mais rápido, vou querer ganhar ainda mais para ele poder ver ao vivo ao pai ganhando”, disse Cacá.

183674_299058_03_03_serra_0002Largando na sétima colocação, Serrinha teve um bom começo de prova, ao conquistar duas posições na primeira volta. Após a parada, o piloto do carro 29 da Red Bull Racing foi superado por alguns adversário, mas, com um ritmo forte, se recuperou ao longo da corrida para receber a bandeira quadriculada na quarta posição. “Tive uma boa largada, pulando para o quinto lugar e escolhemos uma boa tática, ao fazer o pit stop logo no começo. Nossa parada foi um pouco mais lenta, porque perdi algumas posições, mas o carro estava bom e consegui recuperar ao longo da corrida, para conquistar a quarta posição, que é muito importante em um campeonato apertado e disputado como é a Stock Car”, disse Daniel Sessa.

A segunda etapa da Stock Car acontece no próximo dia 17, no Autódromo Internacional de Curitiba, na capital paranaense.

Fotos: Bruno Terena/Divulgação.